quarta-feira, 6 de junho de 2012

Cuidado

A porta cerrada
não abras.
Pode ser que encontres
o que não buscavas
nem esperavas.


Na escuridão
pode ser que esbarres
no casal em pé
tentando se amar
apressadamente.


Pode ser que a vela
que trazes na mão
te revele, trêmula,
tua escrava nova,
teu dono-marido.


Descuidosa, a porta
apenas cerrada
pode te contar
conto que não queres
saber.



Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário